Rayban Para todas as épocas

 
Era uma vez, um tenente que gostava muito de se aventurar em viagens de balão chamado John MacCread. Certo dia, numa dessas longas viagens, o tenente sofreu uma grande irritação nos olhos por causa da exposição ao sol. John MacCread usava óculos de sol nesse dia, mas acontece que as pequenas lentes não deram conta de proteger seus olhos.
O tenente então foi há uma famosa loja em Nova Iorque, Bausch & Lomb, sugerindo que fabricassem um modelo de óculos com lentes maiores e mais resistentes, não comprometendo a estética. E é aí que tudo começa.
Surgia então uma nova marca que fabricava modelos de óculos com lentes anti-relexo preparadas para impedir a entrada dos raios infravermelho e ultravioleta, isso mesmo daí veio o Ray (raio) Ban (forma reduzida de bannis, que seria banir).
É claro que o tenente MacCread foi o primeiro a comprar e foi pessa chave na "divulgação" do novo modelo, que ficou rapidamente popular entre os militares, principalmente os aviadores, então, além de abiri uma outra loja só para o modelo, a B&L o batisou de Rayban Aviator.
Até então, a venda do Rayban era restrita aos militares, fato que mudou durante a II Guerra Mundial, quando o famoso general Douglas MacArthur foi clicado com seu Rayban chegando numa praia das Filipinas. E quando gente importante começa a usar quelaquer acessório acontece aquela coisa que todos nós sabemos: todo mundo quer um, e com o General não podia ser diferente.
 Em 1952, Raymond Stegeman cria um modelo tão poderoso e popular quanto o Aviator. Sim, ele criou o Wayfarer (foto acima) e vendeu o protótipo para a B&L.
O que era para ser vendido (novamente) apenas para pilotos, deu a sorte de cair nas graças dos consumidores comuns, e melhor ainda, do maior público lançador de tendências: cantores e artistas de Hollywoodianos. Logo, o Wayfarer se tornou marca registrada em filmes e na mídia em geral.
Após 20 anos de sucesso absoluto, na década de 70 o Rayban quase desapareceu do mercado. Com isso a Rayban começou a pagar (é isso mesmo PAGAR) cineastas para que os atores usassem o Wayfarer nos filmes. 
Imagino que ver seus atores favoridos usando a velha paixão provocou um estado de nostalgia no telespectador, assim, nos anos 80 o Rayban voltou com força total e se manteve assim nos 20 anos sucessores, sendo comprada em 1999 por uma empresa italiana que também criou outros modelos, deixando de pertencer aos norte-americanos.
Outras Curiosidades:
- Ser popular nunca é de graça, e os modelos da Rayban foram sim os mais populares da história, porém foram também os mais pirateados!!

- O Wayfarer foi o primeiro óculos com armação de plástico e foi inspirado em carros com traseira rabo-de-peixe da década de 50

- A Bausch & Lomb já era uma empresa bem antiga quando lançou o Ray-Ban. Ela tinha sido fundada nos EUA em 1853 por dois imigrantes alemães, John Jacob Bausch e Henry Lomb.






Comentários

Postagens mais visitadas